sábado, julho 18, 2020

Mercury Retrograde | Huda Beauty

Mercury Retrograde | Huda Beauty
Um dos últimos lançamentos da Huda Beauty foi a paleta de dezoito sombras Mercury Retrogade, com cores e texturas variadas. Confesso que no início a paleta não me suscitou grande interesse, mas com o passar dos meses comecei a me encantar pelas fotos e reviews da paleta, e pensei que estava na altura de eu mesma a testar.

Foto da paleta Mercury Retrograde em fundo branco.
 
Não há como negar que o packaging da Huda Beauty costuma ser bem atrativo e desta vez não foi diferente. A paleta tem uma embalagem de plástico robusto e um tanto ou quando pesado. A parte superior apresenta a uma foto da Huda, coisa que quem é conhecedor das paletas da marca está habituado.

Foto da paleta Mercury Retrograde em fundo branco.

Quanto às sombras não esperava ficar tão encantada com as cores pois sou fã assumida dos nudes. Achei que as cores se complementavam todas muito bem, sendo por isso fácil fazer vários looks com essa paleta. Fiquei maravilhada com os tons rosa e lilás que da paleta, especialmente os mais claros. Acho que conseguimos fazer looks neutros como mais coloridos, sendo por isso uma paleta bem completa. 

Foto de swatches de algumas sombras em fundo branco.

As sombras que me agradaram mais foram, sem sombra de dúvida, as metálicas, são muito pigmentadas, muito cremosas e nada poeirentas. Quanto às cores mate notei que eram menos pigmentadas e mais difíceis de trabalhar, requerendo assim uma aplicação mais demorada nos olhos. O glitter que a paleta possui é muito bonito e tem uma textura cremosa, mas noto muita queda na sua aplicação.

Apesar de ter adorado a paleta confesso que esperava um pouco mais das cores mate, dado que a paleta não é das mais baratas do mercado. Apesar disso voltaria certamente a comprar pois as cores metálicas são tão únicas e maravilhosas que valem totalmente o preço da paleta completa.

sábado, julho 11, 2020

Peeling Solution | The Ordinary

Peeling Solution | The Ordinary
Algo que sempre tive curiosidade de experimentar foram esfoliantes químicos pois são capazes de remover o excesso de oleosidade e sujidade com muito mais eficácia que os esfoliantes físicos. Existe uma grande variedade de esfoliantes químicos, todos eles com diferentes tipos de ácidos na sua constituição. Eu comecei a minha jornada de utilização de esfoliantes químicos pela tão famosa Peeling Solution da marca The Ordinary. Confesso que ao inicio não pesquisei muito sobre a sua composição e os seus efeitos, apenas sabia que era um esfoliante bem potente, dos mais potentes no mercado para uso pessoal.

Apresentação da embalagem do esfoliante sobre fundo branco.

Esta solução é formada pelos dois tipos de ácidos utilizados para tratamentos estéticos, os alfa-hidroxiácidos (AHA) e os beta-hidroxiácidos (BHA). A principal diferença entre este ácidos é a sua solubilidade, enquanto que os AHA são solúveis em água os BHA são solúveis em óleo, isto significa que os AHA irão reagir com as substâncias solúveis em água presentes na pele e os BHA irão reagir com os óleos e gorduras da pele.
Não só este esfoliante é formado com os dois tipos de ácidos mas também possui concentrações dos ácidos superiores à maioria dos esfoliantes químicos do mercado, o que faz com que o uso desta solução seja extremamente cuidadoso.
É extremamente importante não usar este esfoliante por mais de dez minutos, e no máximo duas vezes por semana. É aconselhável também terem o rosto bem limpo e seco, deixem o rosto secar ao ar depois da limpeza uns 20 minutos e só depois apliquem o produto.

Apresentação da textura e cor do esfoliante na pele da mão.

Como não tinha pesquisado muito sobre o produto de inicio não tinha muitos cuidados com a sua aplicação, apenas controlava o tempo de utilização, de modo a não ultrapassar os 10 minutos. Depois comecei a perceber que se não possuísse a pele bem seca começava a sentir um ardor muito forte, efeito resultante dos tipos de ácidos presentes.
Em termo de consistência este esfoliante não é tão liquido como imaginava, possui uma certa viscosidade, algo que permite uma aplicação mais precisa. Este produto apresenta  um cheiro e cor muito característicos, tem um cheiro um tanto ou quanto metálico e uma cor vermelha rubi que se transforma em rosada aquando da aplicação. 
Quantos ao resultados fico sempre maravilhada com a suavidade da minha pele após usar este esfoliante, noto a pele bem mais suave do que quando usava esfoliantes físicos. Noto também que algumas marcas desaparecem mais depressa com o uso desta solução, especialmente as marcas de acne.  Não tive efeitos indesejados, como alergia ao produto ou queimadura química, mas também sempre tentei seguir as instruções. 

Acho que é um produto óptimo mas não o recomendo a pessoas com pele muito sensível pois são capazes de ter reacções adversas. Pessoas com este tipo de pele e que queriam experimentar este produto devem primeiro utilizar outros esfoliantes com ácidos mais fracos, de modo a criar uma certa habituação da pele, e depois irem aumentando graduadamente a concentração dos ácidos até conseguirem suportar este esfoliante.
Para quem tenha curiosidade em experimentar recomendo vivamente que sigam as instruções, não usem este esfoliante como se vê muita vezes nas redes sociais, ultrapassando os 10 minutos recomendados para a sua utilização. Não se esqueçam que são ácidos que estão a colocar no vossa pele e que estes podem provocar uma queimadura, deixando marcas graves no vosso rosto.

domingo, julho 05, 2020

Egg Pore | Tony Moly

Egg Pore | Tony Moly

Se existe algo que acho indispensável na maquilhagem é o primer. Este não serve apenas para prolongar o tempo da maquilhagem, mas, dependendo do primer, disfarçar imperfeições da pele como também descolorações ou falta de hidratação.
Uso principalmente o primeiro tipo de primer, pois tenho alguns poros na zona T mais salientes. Muitos primers específicos para disfarçar imperfeições costumam ter uma na sua composição vários tipos de silicone, o que para mim deixa uma sensação pesada na pele. Como não sou mesmo fã dessa sensação foi um pouco difícil encontrar um primer que disfarçasse os poros, mas fosse leve. Foi então que decidi experimentar o Egg Pore da marca sul coreana Tony Moly. Já tinha ouvido falar muito deste primer, especialmente por ser um suposto dupe do tão famoso POREfessional da Benefit, por isso as minhas expectativas estavam bem altas.


Confesso que a embalagem para mim é muito fofa em forma de ovo, apesar disto gostaria que a esta fosse mais higiénica, possuindo um pump ou fosse em forma de bisnaga. Na minha opinião este primer não possui cheiro muito forte, aliás quase que não dou por ele quando o aplico. A sua textura é quase a de um creme, ao aplicar no rosto ele quase que se derrete e transforma-se numa película fina, sem deixar a pele pesada nem aumentar a minha oleosidade. 

Imagem da embalagem do primer Egg Pore em fundo branco.


Quanto ao seu efeito noto que disfarça muito bem as minhas imperfeições, especialmente os poros mais abertos que possuo. Quando passo o resto da maquilhagem não noto os poros tão saliente como acontecia com outros primers do mesmo género. Notei também que a maquilhagem é aplicada mais facilmente e melhor com este primer, sendo que noto que esta não se move muito durante o dia quando uso este primer. Notei também que a maquilhagem dura mais tempo quando uso o primer, especialmente no nariz pois é uma das zonas que mais facilmente me sai a maquilhagem.


Imagem do swatche do primer Egg Pore no dorso da mão.

Por todos estes motivos as minhas expectativas foram bem ultrapassadas. Fiquei radiante por perceber que este primer cumpre o que promete, disfarça as imperfeições e prolonga a maquilhagem sem deixar a pele pesada.

sábado, junho 13, 2020

Mudanças inesperáveis

Mudanças inesperáveis
O post de hoje, como já puderam ver pelo titulo, é algo diferente do que habitualmente costumo falar aqui. Venho falar-vos um bocadinho de mim e do meu estado de espírito ultimamente, que não tem sido dos melhores confesso.
Quem me conhece bem sabe que sempre tive dificuldades com o meu peso, principalmente na adolescência. Sempre tive peso a mais durante a maior parte da minha vida, e falando abertamente nunca tentei mudar a sério. Houve alturas em que perdi peso mas passado pouco tempo voltava ao peso inicial, ou pior engordava mais. 
É também da minha personalidade ser preguiçosa e de gostar estar no sofá a ver séries, coisa que como devem perceber não ajuda em nada a perder peso. A minha relação com a comida sempre foi algo difícil, uso-a muita vez como meu ponto de conforto, coisa que mais uma vez não ajuda a perder peso.
Antes da quarentena já tinha alguns quilinhos a mais, mas nada de mais, nada que me fizesse tirar o sono ou me metesse num estado depressivo. Era algo que com um bocadinho de esforço e alguns meses voltava ao normal, e estaria mentalmente bem.



Com a quarentena tudo piorou, não só os quilos a mais como a minha preguiça e hábitos pouco saudáveis. O que nos leva à mensagem do post de hoje, engordei e não foram apenas uns 3 Kg. Engordei tanto, e quase sem dar conta pois passei essa quarentena metida dentro de pijamas, que as minhas calças favoritas não me servem. Como devem estar a imaginar a minha auto estima, e posteriormente estado de espírito, estão em baixo. Sei que não é um número que me define, seja o da balança ou os das calças, mas não consigo que isso não me afecte. Sei também que me devia amar em todas as minhas facetas, mas é algo que me é muito difícil fazer, logo resta-me apenas uma solução.
Começar a caminhar para voltar ao normal, começar a fazer exercício físico, a comer melhor e a não depender da comida para conforto.
Sinto-me motivada para fazer exercício físico, principalmente ginásio coisa que deixei de ir há mais de um ano, e sinceramente foi um grande erro. Quanto à alimentação confesso que será sempre a pior parte, pois como já referi a minha relação com a comida não é das melhores. 
Não vai ser uma mudança de um dia para o outro, infelizmente, mas irei dando mais novidades de como está a correr esse processo, por isso fiquem atentos e acompanhem-me tanto aqui no blog como nas redes sociais.

sábado, maio 30, 2020

Fenty Glow | Fenty Beauty

Fenty Glow | Fenty Beauty
Quem gosta de maquilhagem de certeza que já ouviu falar na marca de maquilhagem da Rihanna, a tão famosa Fenty Beauty, e dos seus gloss, que para muitas pessoas são um must-have. De tanto ouvir falar sobre os gloss a minha curiosidade aumentou de tal maneira que, mal tive oportunidade, comprei o Fenty Glow, o mais ícone da coleção.

Foto do gloss Fenty Glow sobre fundo branco.

Segundo a marca essa cor foi escolhida pela própria Rihanna e adapta a todos os tons de pele, tornando-se o gloss nude perfeito. Tem na sua composição manteiga de karité que irá hidratar intensamente os lábios, deixando-os com um aspeto ainda mais carnudo. 


Foto do gloss Fenty Glow sobre fundo branco.

Quando recebi o gloss fiquei maravilhada, não só com a embalagem como pelo cheiro. A embalagem é lindíssima, nunca tive um gloss com uma embalagem tão luxuosa como este. Quanto ao cheiro é tão bom que dá vontade de comer, têm um cheiro doce a baunilha, mas não enjoativo.

Foto da swatche do gloss Fenty Glow sobre fundo branco.

Em relação à performance fiquei muito surpreendida pois o gloss não é como os tradicionais, que pesam e colam-se a tudo. Quando o uso, não sinto nada nos lábios, o que é raro de se encontrar num gloss. A cor para mim resultou muito bem, é quase a minha cor de lábios, mas em melhor, complementa muito bem com o meu tom de pele.

Como podem ver só tenho coisas boas a dizer do gloss, e apesar de ser um pouco caro, acho que vale totalmente a pena. Gostei tanto que comprei uma outra cor, a Glass Slipper, e espero adorar tanto quanto adorei este.

sábado, maio 16, 2020

Rest is necessary

Rest is necessary
Ultimamente os meus hábitos diários, especialmente os de sono, têm sido alterados de tal maneira que é me difícil ter um dia em que não me sinta cansada. Este cansaço é tanto físico como psicológico, e noto que até a minha pele teve modificações negativas nos últimos dias. 
Como tem sido um assunto que está a mexer tanto com o meu quotidiano pensei em trazer algumas dicas de como recarregar energias, de maneira a que seja mais fácil enfrentar os problemas do dia a dia. 

Manter o seu espaço pessoal arrumado e organizado

Esta dica pode só resultar com pessoas mais organizadas ou com um bocadinho de TOC. No meu caso, sinto que quando o meu espaço pessoal está completamente desorganizado tenho mais dificuldade em concentrar-me e motivar-me a fazer as tarefas diárias.


Dia de spa


Imagem de vários produtos de beleza em fundo branco.

Quando estou mais cansada algo que sei que me ajuda a repor energias é um dia de spa, mesmo que seja feito em casa. Gosto de tirar um bocadinho de tempo e fazer uma máscara facial ou levar ou bocadinho mais no banho. Sei que estas pequenas coisas são capazes de me dar mais motivação e fazer-me sentir mais relaxada.

Meditação

Confesso que não pratico meditação frequentemente, mas cada vez que o faço noto uma diferença enorme. Sinto-me sempre mais leve e relaxada, algo que para mim é raro acontecer. Sei que beneficiaria imenso com a meditação, se a fizesse de forma regular e é por isso que estou a tentar criar esse hábito.

Ler regularmente


Imagem de um livro em fundo branco.

Sempre gostei de ler, especialmente quando era adolescente e conseguia ler um livro por mês. Com o passar dos anos, e com o aumento do uso das redes sociais e do telemóvel, abandonei um pouco esse hábito. No início deste ano prometi a mim própria que iria ler mais, pois sei que para mim é algo que me traz muitas boas emoções. É uma altura do dia que me foco em algo onde tenho que necessariamente imaginar e concentrar-me, fazendo com que deixe os meus problemas de lado naquele momento. 

Ter hábitos saudáveis

Confesso que nesta parte da minha vida peco muito. Não sou a pessoa que tem os melhores hábitos alimentares, e ultimamente pratico menos atividade física, mas sei que sempre que volto a ter hábitos saudáveis o meu mood modifica-se totalmente. Sinto-me mais relaxada, com mais energia e sem falar nos efeitos físicos. 

Ter hábitos de sono regulares

Quem me conhece bem sabe que sempre tive problemas de sono, especialmente insónias. Muitas vezes ter hábitos de sono regulares é visto como algo acessório no dia a dia, mas é uma parte extremamente importante. Noto que quando tenho hábitos de sono saudáveis, como seria de esperar, tenho muita mais energia, menos ansiedade e até mesmo menos fome.

sábado, maio 09, 2020

Hair Biology Frizz Control | Pantene

Hair Biology Frizz Control | Pantene
Uma das características que mais me irrita na minha imagem é o facto do meu cabelo ser frisado naturalmente, o que requer que tenha cuidados extras com ele. Sempre tive um tipo de cabelo um pouco estranho, não é totalmente liso, mas também não é propriamente encaracolado, característica que levou a que sofresse de frizz desde criança. Como ando sempre à procura de produtos que consigam domar esta juba decidi dar uma oportunidade à linha Hair Biology Frizz Control da Pantene
É uma linha mais especifica da marca, indicada para cabelos secos e frisados, que segundo essa revitaliza os cabelos e controla o frizz até 72 horas. Possui na sua composição Ácido Hialurônio, Ómega 9 e o famoso complexo Pro-V da Pantene.

Produtos capilares da Pantene sobre fundo branco.

Confesso que já tinha dado uma olhada a estes produtos várias vezes no supermercado, principalmente devido às suas embalagens. São bem minimalistas e clean, e sinceramente se fosse pelo packaging continuaria a comprar tanto o champô como o condicionador. Fiquei surpreendida com as quantidades que os produtos apresentam, é mais pequena se analisarmos outros produtos disponíveis no mercado. Apesar do champô ter uma quantidade razoável o condicionador tem apenas 160 ml, o que comparado com a maioria dos condicionadores é bem pouco.

Foto de swatches dos produtos da Pantene.

Quando à textura do champô posso afirmar que é um bocado líquida, como podem confirmar pela imagem acima. Lava bem o cabelo, sem o deixar desidratado, como acontece com alguns champôs. Em relação ao condicionar apesar de ter uma textura mais espessa, notei que não era muito hidratante nem revitalizante. Em virtude disso tinha que utilizar uma quantidade maior de condicionador no cabelo. 
Quanto às promessas da marca de controlo de frizz posso dizer que não notei grandes melhorias no meu cabelo. Mesmo fazendo brushing o meu cabelo possui sempre uma certa quantidade de frizz com estes produtos, o que provocou a uma maior dificuldade em o escovar e controlar. 

Tendo estes fatores em conta posso afirmar que não voltaria a comprar esta gama de produtos, acho que a relação qualidade-preço não é das melhores, existindo produtos melhores no mercado.
Acompanhe-me pelo Instagram | @maria_hm_vieira

Copyright © 2016 Maria Vieira , Blogger